Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Moto2™ preparada para a Malásia

Moto2™ preparada para a Malásia

Sepang vai ser palco da penúltima corrida do Campeonato do Mundo de Moto2™ e os pilotos estão desejosos por forte final de época.

Phillip Island viu Álex Rins (Paginas Amarillas HP 40) a conquistar sensacional segunda vitória daquela que é já uma incrível época de estreia na Moto2™. Enquanto isso, o Campeão do Mundo de Moto2™ de 2015 Johann Zarco lutou com falta de aderência na sua Kalex da Ajo Motorsport. Ambos estão agora de olhos postos na vitória no Shell Grande Prémio da Malásia.

Infelizmente, Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS) não vai alinhar nesta prova também. Uma queda durante os treinos para o GP da Austrália resultou no possível deslocamento de um fragmento do osso que já tinha lesionado no braço esquerdo. Ele regressou a Espanha para mais exames e possível operação, falhando a jornada de Sepang com a esperança de estar totalmente apto para correr na última prova do ano em Valência e levar depois a cabo o segundo teste aos comandos da máquina de MotoGP™ da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS.

Com Rabat a ter também falhado os GPs do Japão e Austrália, Rins está agora apostado em cimentar ainda mais a segunda posição no campeonato e terminar o ano a 100 pontos do dominador Johann Zarco. Um total de 214 pontos confirmam já Rins como o Melhor Estreante do Ano, já que Álex Marquez (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS) só conseguiu somar 69 no mesmo período.

A 34 pontos de Rabat está Sam Lowes. O piloto da Speed Up Racing vai para Sepang após sólido regresso aos pódios com a segunda posição na Austrália e pode ainda terminar o ano em terceiro, dependendo dos resultados. Muitos pensavam que o antigo Campeão do Mundo de Supersport seria um candidato ao título em 2015, mas ainda falta algo ao quadro da Speed Up. Em 2016 ele vai voltar à carga, mas então com uma mais favorável Kalex e com a Gresini Team.

A luta pela quinta posição da geral também está em aberto, com Jonas Folger (AGR Team) à frente de Thomas Luthi (Derendinger Racing Interwetten) por apenas dois pontos depois de Folger ter ficado a zeros devido a um furo no pneu traseiro. Luthi já venceu por duas vezes na Malásia, a mais recente delas em 2011 com uma Suter na Moto2™. Enquanto isso, o melhor resultado de Folger em Sepang foi o terceiro posto de 2012 na Moto3™.

Azlan Shah (Idemitsu Honda Team Asia) e Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Malaysia) correm em casa e vão dar tudo para chegar à glória e terminarem nos cinco primeiros, tal como fizeram no GP do Japão.

Tags:
Moto2, 2015, SHELL MALAYSIA MOTORCYCLE GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›