Compra de bilhetes
VideoPass purchase

#SepangClash: A reacção de Marquez

#SepangClash: A reacção de Marquez

Márquez fala do incidente entre ele e Rossi no GP da Malásia.

O piloto da Repsol Honda Marc Márquez falou à imprensa mundial depois de ter estado com a Direcção de Corrida e explicou o incidente com Valentino Rossi durante o Grande Prémio de Motociclismo Shell da Malásia.

Podes explicar o que aconteceu com o Valentino Rossi?

“Sim, claro. Para mim é fácil explicar o que aconteceu porque na televisão vê-se claramente. Pode-se ver no vídeo de vários ângulos, do helicóptero, de frente. Eu estava por dentro e claro que estávamos juntos há várias voltas, mas sentia que podia ir mais rápido e apanhar os homens da frente. Mas, claro, naquela curva, a curva 14, o Valentino ultrapassou-me. Ouvi a mota e depois vi que estava encostado, a olhar para mim e depois abrandou imenso. Estava a aguardar porque naquela altura não havia mais nada a fazer e depois vi que com a perna empurrou o meu braço e o meu travão da frente, a roda da frente bloqueou e eu caí.

Felizmente estou bem, numa boa forma física, isso é o mais importante, mas na minha carreira tenho tido muitos momentos, vocês sabem, quer dizer, muitas lutas e tudo, mas nunca senti isto. Outro piloto empurrar-me e empurrar-me com a perna. Este claro que não era o meu objetivo, o meu objectivo era acabar estas duas corridas no pódio, mas foi assim”.

Prestas-te atenção ao que o Valentino Rossi disse?

“Sabem que não quero mais do Campeonato ou da temporada. Para mim é uma decisão da Direcção de Corrida e apenas disse o que sentia. Expliquei o que sinto. Sei que acabei na gravilha, caí e tenho zero pontos e o Valentino ainda vai correr em Valência. Mas, sabem, o que sinto é que este incidente de corrida não é um incidente de corrida”.

Como é possível um piloto atingir outro e mesmo assim receber pontos?

“Por essa razão estou assim, porque claro que podemos lutar, podemos ultrapassar, podemos ter pequenos contactos, mas nesta acorrida até àquele momento nunca nos tínhamos tocado. Ultrapassei-o, mas sempre numa boa posição, não sei como é que se pode pensar em empurrar com a perna outro piloto… sim, nunca vi isso, claro que sou muito novo, mas por esse motivo estou muito desiludido”.

Tudo parece ter começado na conferência de imprensa na quinta-feira e agora continua…

“Claro que na quinta-feira o Valentino surpreendeu toda a gente depois da minha vitória em Philip Island, mas não tive isso em conta porque apenas fiz o que devia no fim-de-semana. Lutei durante o fim-de-semana para afinar a minha mota. Na primeira parte da corrida lutei muito com o depósito cheio, mas sei que a segunda parte da corrida é o meu ponto mais forte e o objectivo era lutar com o Jorge, o Valentino e o Dani. Tentámos, mas no final outro piloto empurrou-me. Por isso, no final foram zero pontos, claro que ainda estou na luta pelo terceiro lugar no Campeonato, mas por agora é apenas isso”.

Tags:
MotoGP, 2015, SHELL MALAYSIA MOTORCYCLE GRAND PRIX, RAC, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›