Compra de bilhetes
VideoPass purchase

#SepangClash: Direcção de Corrida sobre Rossi & Márquez

#SepangClash: Direcção de Corrida sobre Rossi & Márquez

Director de Corrida de MotoGP™ Mike Webb explica a decisão da Direcção de Corrida depois do incidente entre Rossi e Márquez no GP da Malásia

Depois do incidente em pista no Grande Prémio de Motociclismo Shell da Malásia entre Valentino Rossi e Marc Márquez, o Director de Corrida Mark Webb explica a decisão da Direcção de Corrida:

Qual foi a decisão da Direcção de Corrida e o seu ponto de vista sobre o incidente?
“A decisão é que a Direcção de Corrida impôs uma penalização de três pontos a Valentino Rossi por condução irresponsável,  ou seja, provocou deliberadamente contacto. Deliberadamente abriu a trajectória na curva para tentar forçar o outro piloto a sair de pista. O resultado foi uma queda, por isso é irresponsável correr de forma a provocar uma queda. Por essa razão decidimos por uma penalização de três pontos a Rossi.
 
Parecia que íamos ter uma grande corrida, mas infelizmente terminou com um incidente que é controverso. Tenho de dizer também que a equipa Movistar Yamaha recorreu da decisão da Direcção de Corrida, por isso o recurso será agora decidido pelos Comissários da FMI”.

O que é que os pilotos disseram à Direcção de Corrida? 
“Posso dar-lhe uma visão geral, porque obviamente tratou-se de uma audição à porta fechada. Marc explicou que estava a correr normalmente, tentando poupar os pneus para se sentir bem, indo rápido quando podia e abrandando quando era preciso.
 
Valentino foi da opinião que o Marc reduziu a velocidade deliberadamente. Ouvimos os dois pilotos, a nossa opinião é que houve falhas de ambos os lados, mas o Marc não forçou nenhum contacto, por isso não quebrou nenhuma regra, mas entendemos que o seu comportamento estava a trazer problemas a Rossi, que reagiu assim. Infelizmente reagiu de uma forma que é contra das regras”.
 
A Movistar Yamaha recorreu, quais são os próximos passos se o recurso foi aceite ou rejeitado?
“Os Comissários da FIM que estão aqui na corrida vão ouvir o recurso. Há um tempo limite de 30 minutos para responder ao recurso e isso está agora a ser feito. Vamos ter uma decisão tão rapidamente quanto possível, nos próximos 30 minutos.

Se a Yamaha não ficar contente com a decisão dos Comissários tem depois cinco dias para recorrer para o Tribunal Disciplinar Internacional da FIM. Ou seja, têm cinco dias e depois os advogados da FIM fazem outra audição”.

Tags:
MotoGP, 2015, SHELL MALAYSIA MOTORCYCLE GRAND PRIX, RAC, Marc Marquez, Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP, Repsol Honda Team

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›